SINPOL RIBEIRÃO PRETO

Merecemos respeito

Senhor Doria: chegou a hora

 

Estamos a poucos meses do prazo para desincompatibilização de cargos públicos para aqueles que querem concorrer a um cargo majoritário nas próximas eleições, que não seja a própria reeleição. Pois o governador Joao Dória já se declarou oficialmente candidato à presidência da República.

No entanto, Doria terá que mostrar que não é um mero mentiroso compulsivo. Uma situação bastante difícil, já que ele prometeu, em alto e bom som, que faria dos policiais paulistas os mais bem remunerados do País. Isso durante a campanha para o governo do Estado.

Pois bem, com Doria, na verdade, nós regredimos. Tornamo-nos o pior salário entre os policiais civis de todo o País. Há dois anos consecutivos ocupamos a última colocação em salários pagos aos policiais civis. Tivemos, na gestão Doria, um único e mísero reajuste, de 5{f0a9ae28c32b1c3044c1cd1525dd92d87dbf0c30b694a3ff9f160d21fda4c3a0}, quando a inflação, no mesmo período, ficou acima de 19{f0a9ae28c32b1c3044c1cd1525dd92d87dbf0c30b694a3ff9f160d21fda4c3a0}.

Além de pagar mal, temos uma enorme defasagem nos quadros da Instituição. Em uma estimativa baseada em dados de quase 10 anos, temos uma lacuna de mais de 15 mil cargos, num universo de 41.900 existentes. Isso, de uma forma desatualizada.

Não há condições de atender à população de São Paulo. E o eleitor deve se lembrar disso na hora em que estiver diante da urna eletrônica e, por descuido, digitar 45. Não confirme!

Doria é arrogante e despreza o trabalhador da Polícia Civil. Durante décadas, sofremos com os governos do PSDB. Mas Doria foi o único a se recusar a sentar-se com os policiais civis para dialogar numa mesa de negociação. Ele simplesmente nos ignora.

Agora é hora de tentar mudar. A exemplo do que estão fazendo outros governadores. Ao menos 22 governadores declinaram a intenção de aplicar reajustes salariais para o funcionalismo. Destes, 13 já definiram percentuais que vão de 3{f0a9ae28c32b1c3044c1cd1525dd92d87dbf0c30b694a3ff9f160d21fda4c3a0} a 10{f0a9ae28c32b1c3044c1cd1525dd92d87dbf0c30b694a3ff9f160d21fda4c3a0}, de acordo com o portal O Globo. Entre os governadores que tentam a reeleição, 14 dos 16 anunciaram ou já aplicaram aumentos salariais nos salários dos servidores.

Neste “seleto” grupo, está João Doria Júnior, que na imprensa tem se mostrado um leão em defesa da integridade do funcionalismo público. Está na hora de provar isso. Como fez, por exemplo, o governo da Paraíba.

Lá os policiais civis tiveram reajuste salarial de 10{f0a9ae28c32b1c3044c1cd1525dd92d87dbf0c30b694a3ff9f160d21fda4c3a0} e terão incorporados 100{f0a9ae28c32b1c3044c1cd1525dd92d87dbf0c30b694a3ff9f160d21fda4c3a0} de uma bolsa desempenho ao longo de quatro anos. É muito? Não, mas é bem melhor do que Doria faz com os policiais civis paulistas.

Que Doria prove que não é totalmente mentiroso e, ao menos, nos tire da incômoda posição do ranking nacional. Que os policiais civis possam, pelo menos, ocupar uma posição intermediária, deixando o incômodo título de policial civil com a pior remuneração do País para outro estado.

Infelizmente não acreditamos que Doria vá cumprir o que prometeu lá em 2018. Mas ainda temos esperança de que ele seja tomado por um gesto de respeito e dignidade, concedendo, pelo menos, uma reposição das perdas salariais do período. O prazo para reajuste de salários acaba no início de abril, de acordo com a lei eleitoral. O tempo é curto, pois Doria teria que apresentar um plano de reajustes de acordo com a dotação orçamentária para a Assembleia Legislativa.

Se não fizer, ou se acredita que vamos nos contentar com esmola, o senhor governador está enganado. Como já citamos, mas nunca é demais lembrar: quando estiver diante da urna eletrônica, no primeiro turno, não digite 45. Pelo bem do Brasil. Quem tiver dúvidas disso, basta perguntar a qualquer policial civil.

Célio Antônio Santiago, Presidente do Sinpol

Postagens Relaciondas